Taiga – Excelente gerenciador de projetos agile

Quem já trabalhou no desenvolvimento de um projeto sabe o quão difícil pode ser se organizar. E quanto mais experiência a pessoa tem, mais ela sabe o quão sofrido pode ser trabalhar em um projeto sem esse tipo de organização. Atualmente, com métodos como o Agile se tornando cada vez mais populares, tornou-se fácil encontrar na internet inúmeras ferramentas para organização de projetos, estas normalmente usando sistemas como Kanban para permitir uma fácil visualização das tarefas a serem feitas no projeto.

Entretanto, com cada vez mais ferramentas surgindo, mais se tornou comum encontrar ferramentas que tem um dos quatro problemas abaixo:

  • Ou não seguem os conceitos de Agile mais à risca no que for possível;
  • Ou tem tantas opções que se tornam tediosas de se manter atualizadas; (estou olhando para você agora, Jira)
  • Ou são caras demais para projetos simples de startups, por exemplo;
  • Ou são ferramentas para registro de issues/bugs adaptadas para agile; (Estou olhando para vocês agora, Jira e YouTrack)

Além disso, uma outra característica comum a essas ferramentas é que elas normalmente não são de código aberto. Não chega a ser um problema, e por isso não foi listado acima, mas pode ser um problema caso o projeto venha a não ser mais mantido, por exemplo.

Logo do Taiga - Uma excelente ferramenta de código aberto para gerenciamento de projetosFelizmente, recentemente uma empresa europeia, sofrendo com gerenciamento de projetos, resolveu solucionar o problema de uma das melhores formas possível: Criando uma ferramenta para resolver tal problema. E como solução surgiu o Taiga, uma ferramenta de código aberto focada em gerenciamento de projetos usando a metodologia Agile como base para a maior parte de suas ideias.

O Taiga tem alguns recursos bem interessantes para o gerenciamento de projetos:

  • Separação de tarefas por sprints – Com cada sprint tendo inicio e fim, e podendo acompanhar coisas como número de pontos por dia e aspectos do tipo;
  • Backlog – Para colocar tarefas que ainda não foram especificadas o suficiente e que portanto não estão aptas a participar de uma sprint;
  • Kanban – Para visualização simples das tarefas a serem feitas em uma sprint;
  • Personalização de campos próprios – Algumas ferramentas consideram que dificuldade deve ser considerada em horas – outras, que deve ser consideradas em pontos. O Taiga possui alguns valores default para situações como essa, mas te dá a liberdade de configurar facilmente os valores para os campos, conforme seu gosto;
  • Gráfico de burndown – Para acompanhamento da situação das tarefas;
  • Marcação de tarefas bloqueadas – Com campo para explicar o que levou a tarefa a ficar bloqueada;
  • Tags – Para agrupamento de tarefas que compartilham características em comum;
  • Sub-tarefas – Com acompanhamento do número de sub-tarefas feitas vs. número de sub-tarefas total;
  • Adição de múltiplas tarefas em um clique – Útil para reuniões de planning, permite que você adicione várias tarefas de uma só vez;
  • Envio de anexos – Permite que você adicione imagens e outros assets em tarefas;
  • Separação de classificação de dificuldade por área de desenvolvimento – Uma tarefa pode ser fácil de desenvolver na opinião do designer, mas e no que diz respeito ao frontend ou ao backend?
  • E muito mais; 😀

Além disso tudo, o Taiga foi desenvolvido se baseando em alguns valores fundamentais:

  • Projetado para ser divertido de usar;
  • Deve ser intuitivo e fácil de usar;
  • Possui código aberto, pode ser modificado por qualquer um;
  • Desenhado de forma que seja discreto;
  • Deve ser limpo, logo não deve ter ferramentas que mais distraem do que ajudam;

Enfim, fica aqui minha indicação para esta excelente ferramenta de código aberto para gerenciamento de projetos. Bom gerenciamento de projetos para você!

Gostou do conteúdo desse post? Apoie o blog contribuindo a partir de R$1/mês através da nossa página no Apoia.se! Isso me ajudará a manter o blog no ar, além de trazer mais coisas legais para vocês! Obrigado desde já! 😀